siga-me no Twiter

Instagram

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Semana 44 - Meus malvados preferidos

Malvados nesse sentido de ser os caras ácidos, aqueles tipos irritantes e que sempre fazem a gente reconhecer na vida cotidiana que existem, e que não são de ficção - esses "malvados" existem.

1- Gru (meu malvado Favorito)



2- O crítico gastronômico do filme Ratatouille, que diz : "Me surpreenda" - quer coisa melhor do que desfaiar ao invés de criticar ?



3- Tom e Jerry - os dois são um pouco malvados, um pouco atrapalhados


4- Dick o vigarista


5- Félix









segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Músicas que eu não canso de ouvir - semana 43

1-Kari Jobe- me encontro nesta canção, quando não sei o que fazer é ela que canto.



2-Preciso de Ti - é a minha oração contínua



3- imagina uma pessoa com muitos problemas para sentir-se digna de algum amor... essa pessoa sou eu, e desde que ouvi essa música muita coisa mudou no meu modo de ver que DEUS ME AMA DE VERDADE
Essa canção é uma tatuagem na minha vida!


 

4-Essa música é sempre a música que canto sózinha no quarto, orando, adorando...
Já ouvi muita gente canta-la, mas sem falsa modéstia, ninguém canta essa canção como eu e o Senhor, no esconderijo do meu lugar secreto




5- Essa tem um segredo, que um dia eu conto aqui





Dificil escolher só 5 músicas, mas depois de pensar muito e pensar no momento atual da minha vida, acho que essas são perfeitas

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Quer acertar no meu presente, então me dê - semana 42

Eu amo ganhar  presente  e também amo presentear!

Quer me ver feliz, então...

1- Cds e Dvds

2- sapatos

3- utensílios e tranqueiras de cozinha

4- Livros - são a  minha grande paixão




5- um presente que foi feito pra mim, personalizado, que a pessoa fez pensando nas cores e formas  que eu gosto, é tuuuudo!!!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

30 coisas que você deve começar a fazer para si mesmo



1. Comece a passar o tempo com as pessoas certas

Estas são as pessoas que você gosta, que amam e apreciam você, e que o
incentivam a melhorar de maneira saudável e estimulante. São aquelas
pessoas que fazem você se sentir mais vivo, e não só aceitam quem você
é agora, mas também estão de acordo e aceitam quem você quer ser,
incondicionalmente.

2. Comece a enfrentar seus problemas de frente

Não são os seus problemas que definem você, mas como você reage e se
recupera deles. Os problemas não vão desaparecer se você não agir.
Faça o que você puder, quando puder, e reconheça o que você fez. É uma
questão de dar passos de bebê na direção certa, centímetro por
centímetro. Estes centímetros contam, eles somam metros e quilômetros
a longo prazo.

3. Comece a ser honesto com você mesmo sobre tudo

Seja honesto sobre o que está bem, assim como sobre o que precisa ser
mudado. Seja honesto sobre o que você quer alcançar e quem você quer
se tornar. Seja honesto com todos os aspectos da sua vida, sempre.
Porque você é a única pessoa que você sempre pode contar. Procure a
verdade na sua alma, para que você realmente saiba quem você é. Quando
você fizer isso, você terá uma melhor compreensão de onde você está
agora e como você chegou aqui, e você estará melhor equipado para
identificar onde você quer ir e como chegar lá.

4. Comece a fazer da sua própria felicidade uma prioridade

Suas necessidades importam. Se você não se valoriza, não se cuida e
não se defende, você está se sabotando. Lembre-se, é possível cuidar
das suas próprias necessidades e ao mesmo tempo cuidar das pessoas ao
seu redor. E quando as suas necessidades forem atendidas, você
provavelmente vai ser muito mais capaz de ajudar aqueles que precisam
de você.

5. Comece a ser você mesmo, genuinamente e orgulhosamente

Tentar ser qualquer outra pessoa é um desperdício da pessoa que você
é. Seja você mesmo. Abrace essa pessoa dentro de você, que tem ideias,
força e beleza como ninguém. Seja a pessoa que você sabe que você é –
a melhor versão de você – do seu jeito. Acima de tudo, seja fiel a
VOCÊ, e se seu coração não quiser fazer algo, então não faça.

6. Comece a prestar atenção e viver no presente

O agora é um milagre. Agora é o único momento garantido para você.
Agora é a vida. Então pare de pensar em como as coisas vão ser ótimas
no futuro. Pare de ficar pensando sobre o que você fez ou deixou de
fazer no passado. Aprenda a ficar no “aqui e agora” e experimentar a
vida enquanto ela está acontecendo. Aprecie o mundo pela beleza que
ele possui nesse momento.

7. Comece a valorizar as lições que seus erros ensinam

Tudo bem errar. Os erros são os degraus do progresso. Se você não está
falhando de vez em quando, você não está se esforçando o suficiente e
você não está aprendendo. Assuma riscos, tropece, caia, e, em seguida,
levante-se e tente novamente. Aprecie que você está se esforçando,
aprendendo, crescendo e melhorando. Conquistas significativas são
quase invariavelmente realizadas no final de um longo caminho de
fracassos. Um dos “erros” que você teme pode ser apenas o elo para o
seu maior feito na vida.

8. Comece a ser mais gentil com você mesmo

Se você tivesse um amigo que falasse com você da mesma forma como, às
vezes, você fala com você mesmo, quanto tempo você permitiria que essa
pessoa fosse sua amiga? A maneira como você se trata estabelece o
padrão para os outros. Você deve amar quem você é ou ninguém mais irá.

9. Comece a desfrutar as coisas que você já tem

O problema com muitos de nós é que pensamos que vamos ser feliz quando
alcançarmos certo nível na vida – um nível que outros conseguiram –
seu chefe com seu escritório de canto, o amigo de um amigo que é dono
de uma mansão na praia, etc. Infelizmente, pode levar algum tempo
antes que você chegue lá, e quando você chegar lá, você provavelmente
vai ter um novo destino em mente. Você vai acabar gastando toda a sua
vida trabalhando em direção a algo novo, sem nunca parar para apreciar
as coisas que você tem agora. Então, fique em silêncio todas as manhãs
quando você acordar, e aprecie onde você está e o que você já tem.

10. Comece a criar sua própria felicidade

Se você está à espera de alguém para lhe fazer feliz, você está
perdendo tempo. Sorria porque você pode. Escolha a felicidade. Seja a
mudança que você quer ver no mundo. Seja feliz com quem você está
agora, e deixe a sua positividade inspirar sua jornada para o amanhã.
Felicidade é frequentemente encontrada quando e onde você decide
procurá-la. Se você procurar a felicidade dentro das oportunidades que
você tem, você acabará por encontrá-la. Mas se você constantemente
procurar outra coisa, infelizmente, você vai encontrar isso também.


11. Comece a dar uma chance para as suas ideias e sonhos

Na vida, raramente é sobre ter uma oportunidade, mas sim sobre se
arriscar. Você nunca vai estar 100% certo que vai funcionar, mas você
sempre pode estar 100% certo que não fazer nada não vai funcionar. Na
maioria das vezes você só precisa ir em frente! E não importa o
resultado, sempre acaba do jeito que deveria ser. Ou você tem sucesso
ou você aprende alguma coisa. De qualquer jeito, você ganha.

12. Comece a acreditar que você está pronto para a próxima etapa

Você está pronto! Pense nisso. Você tem tudo que você precisa agora
para dar o próximo passo adiante, pode ser pequeno, mas deve ser
realista. Então abrace as oportunidades que surgem em seu caminho, e
aceite os desafios – eles são presentes que irão ajudá-lo a crescer.

13. Comece novos relacionamentos pelas razões certas

Entre em novas relações com pessoas confiáveis, honestas, que refletem
a pessoa que você é e a pessoa que você quer ser. Escolha amigos que
você tem orgulho de conhecer, pessoas que você admira e que demonstram
amor e respeito por você – pessoas que retribuem sua bondade e seu
compromisso. E prestam atenção ao que as pessoas fazem, porque as
ações de uma pessoa são muito mais importantes do que suas palavras ou
como os outros a descrevem.

14. Comece a dar uma chance às novas pessoas que você encontra

Parece desagradável, mas você não pode manter cada amigo que você já
fez. As pessoas e suas prioridades mudam. Assim como alguns
relacionamentos vão desaparecer, outros vão crescer. Aprecie a
possibilidade de novas relações enquanto você naturalmente larga mão
das antigas que não funcionam mais. Confie em seu julgamento. Abrace
novas relações, sabendo que você está entrando em território
desconhecido. Esteja pronto para aprender, esteja pronto para o
desafio e esteja pronto para encontrar alguém que pode mudar sua vida
para sempre.

15. Comece a competir contra uma versão anterior de você mesmo

Seja inspirado pelos outros, aprecie os outros, aprenda com os outros,
mas saiba que competir contra eles é um desperdício de tempo. Você
está em competição com uma pessoa e apenas uma – você mesmo. Você está
competindo para ser o melhor que você pode ser. Vise quebrar seus
próprios recordes pessoais.

16. Comece a torcer pela vitória das outras pessoas

Comece a perceber o que você gosta nos outros e diga a eles. Apreciar
o quão incrível as pessoas ao seu redor são conduz a lugares, bons,
produtivos, gratificantes e pacíficos. Então, fique feliz por aqueles
que estão progredindo. Torça pelas suas vitórias. Seja grato
abertamente pelas bênçãos que eles receberam. O que vai, volta, e mais
cedo ou mais tarde, as pessoas para quem você está torcendo começarão
a torcer por você.

17. Comece a olhar para o lado positivo nas situações difíceis

Quando as coisas estão difíceis, e você se sente para baixo, faça
algumas respirações profundas e procure o lado positivo – os pequenos
sinais de esperança. Lembre-se que você pode e vai ficar mais forte
quando esses tempos difíceis passarem. E permaneça consciente de suas
bênçãos e vitórias – todas as coisas em sua vida que estão bem.
Concentre-se no que você tem, não no que você não tem.

18. Comece a perdoar a si mesmo e aos outros

Todos nós fomos feridos pelas nossas próprias decisões e pelos outros.
E enquanto a dor dessas experiências é normal, às vezes perdura por
muito tempo. Nós revivemos a dor repetidamente e temos dificuldade em
deixá-la ir. O perdão é o remédio. Isso não significa que você está
apagando ou esquecendo o que aconteceu no passado. Isso significa que
você está deixando de lado o ressentimento e a dor, e está escolhendo
aprender com o incidente e seguir em frente com sua vida.

19. Comece a ajudar aqueles que estão a sua volta

Se preocupe com as pessoas. Oriente-as se você souber um caminho
melhor. Quanto mais você ajudar os outros, mais eles vão querer
ajudá-lo. Amor e bondade gera amor e bondade. E assim por diante.

20. Comece a ouvir a sua voz interior

Se isso ajuda, discuta suas ideias com as pessoas mais próximas de
você, mas dê a você mesmo espaço suficiente para seguir a sua própria
intuição. Seja fiel a si mesmo. Diga o que você precisa dizer. Faça o
que o seu coração diz que está certo.

21. Comece a ficar atento ao seu nível de estresse e faça pausas curtas

Vá mais devagar. Respire. Dê a você mesmo permissão para fazer uma
pausa, reagrupar e avançar com clareza e propósito. Quando você
estiver muito ocupado, um breve recesso pode rejuvenescer a sua mente
e aumentar a sua produtividade. Estas pausas curtas vão ajudá-lo a
recuperar sua sanidade e refletir sobre suas ações recentes, assim
você pode ter certeza que elas estão alinhadas com seus objetivos.

22. Comece a perceber a beleza dos pequenos momentos

Em vez de esperar que grandes coisas aconteçam – casamento, filhos,
grande promoção, ganhar na loteria – encontre a felicidade nas
pequenas coisas que acontecem todos os dias. Pequenas coisas, como
tomar tranquilamente uma xícara de café no início da manhã, ou o
delicioso cheiro e sabor de uma refeição caseira, ou o prazer de
compartilhar algo que você gosta com outra pessoa ou ficar de mãos
dadas com o seu parceiro. Perceber esses pequenos prazeres diariamente
faz uma grande diferença na qualidade de sua vida.

23. Comece a aceitar as coisas quando elas não são perfeitas

Lembre-se, “perfeito” é o inimigo do “bom”. Um dos maiores desafios
para as pessoas que querem melhorar a si mesmas e melhorar o mundo é
aprender a aceitar as coisas como elas são. Às vezes é melhor aceitar
e apreciar o mundo como ele é, e as pessoas como elas são, em vez de
tentar fazer com que tudo e todos estejam em conformidade com um ideal
impossível. Não, você não deve aceitar uma vida medíocre, mas deve
aprender a amar e valorizar as coisas até mesmo quando elas não são
perfeitas.

24. Comece a trabalhar na direção dos seus objetivos todos os dias

Lembre-se, a viagem de mil quilômetros começa com um passo. Seja qual
for o seu sonho, todo dia dê um passo pequeno, mas coerente, para que
seu sonho aconteça. Vá lá e faça alguma coisa! Quanto mais você
trabalhar, mais sorte você terá. Enquanto muitos de nós dizemos, em
algum momento durante o curso de nossas vidas, que queremos seguir a
nossa vocação, poucos são aqueles astutos que realmente trabalham para
que isso aconteça. Por “trabalhar por isso”, eu quero dizer se dedicar
consistentemente ao resultado final. Leia Os 7 Hábitos das Pessoas
Altamente Eficazes.

25. Comece a dizer mais como você se sente

Se você está sofrendo, dê a você mesmo o espaço e o tempo necessário
para se sentir a dor, mas esteja aberto sobre isso. Converse com as
pessoas mais próximas a você. Diga-lhes a verdade sobre como se sente.
Deixe-os ouvir. O simples ato de desabafar é o seu primeiro passo para
se sentir bem novamente.

26. Comece a tomar plena responsabilidade pela sua vida

Seja responsável pelas suas escolhas e pelos seus erros, e esteja
disposto a tomar as medidas necessárias para melhorar de acordo com
eles. Ou você assume responsabilidade pela sua vida ou alguém o fará.
E quando alguém o fizer, você vai se tornar um escravo das suas ideias
e sonhos em vez de um pioneiro dos seus próprios sonhos. Você é o
único que pode controlar diretamente o resultado da sua vida. E não,
não vai ser sempre fácil. Cada pessoa tem uma pilha de obstáculos na
frente delas. Mas você tem que assumir a responsabilidade pela sua
situação e superar esses obstáculos. Optar pelo contrário é escolher
uma vida de mera existência.

27. Comece a nutrir seus relacionamentos mais importantes

Leve para a sua vida, e para as vidas daqueles que você ama,
verdadeira e honesta alegria com o ato simples de lhes dizer
regularmente o quanto eles significam para você. Você não pode ser
tudo para todos, mas você pode ser tudo para algumas pessoas. Decida
quem são essas pessoas em sua vida e trate-as como se fossem da
realeza. Lembre-se, você não precisa de certo número de amigos, apenas
um número de amigos que você pode contar.

28. Comece a se concentrar nas coisas que você pode controlar

Você não pode mudar tudo, mas você sempre pode mudar alguma coisa.
Desperdiçar seu tempo, talento e energia emocional com coisas que
estão além do seu controle é uma receita para a frustração, miséria e
estagnação. Invista sua energia nas coisas que você pode controlar e
aja sobre elas agora.

29. Comece a se concentrar na possibilidade dos resultados positivos

A mente tem que acreditar que pode fazer alguma coisa antes que seja
realmente capaz de fazê-la. O caminho para superar os pensamentos
negativos e as emoções destrutivas é desenvolver emoções positivas que
são mais fortes e mais poderosas. Ouça a sua voz interior e substitua
pensamentos negativos por positivos. Independentemente de como a
situação parece, foque sobre o que você quer que aconteça e, em
seguida, dê o próximo passo positivo. Não, você não pode controlar
tudo o que acontece com você, mas você pode controlar como você reage
às coisas. A vida de todos tem aspectos positivos e negativos. A longo
prazo, você ser ou não ser feliz e bem-sucedido depende muito de quais
são os aspectos mais focados na sua vida.

30. Comece a perceber o quão rico você é agora

Henry David Thoreau disse certa vez: “Riqueza é a capacidade de
experimentar a vida plenamente.” Mesmo quando os tempos estão
difíceis, é sempre importante manter as coisas em perspectiva. Você
não foi dormir com fome na noite passada. Você não dormiu na rua. Você
pôde escolher que roupa vestir esta manhã. Você não se cansou hoje.
Você não gastou um minuto com medo. Você tem acesso à água potável.
Você tem acesso a cuidados médicos. Você tem acesso à Internet. Você
pode ler. Alguns poderiam dizer que você é incrivelmente rico, então
se lembre de ser grato por todas as coisas que você tem.

·         © 2014 Microsoft
·          
·          

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

conhecer a si mesmo








"Quem conhece os outros é inteligente.



 Quem conhece a si mesmo é iluminado.


 Quem vence os outros é forte.


 Quem vence a si mesmo é invencível !"




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A arte de não adoecer

A ARTE DE NÃO ADOECER
Por Dr. Draúzio Varella
Se não quiser adoecer – “Fale de seus sentimentos”.
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna… Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar,confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia..
Se não quiser adoecer – “Tome decisão”
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.
Se não quiser adoecer – “Busque soluções”
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.
Se não quiser adoecer – “Não viva de aparências”
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso… uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.
Se não quiser adoecer – “Aceite-se”
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos,destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.
Se não quiser adoecer – “Confie”
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.
Se não quiser adoecer – “Não viva sempre triste”
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. “O bom humor nos salva das mãos do doutor”. Alegria é saúde e terapia. “


segunda-feira, 13 de outubro de 2014

15 dicas sobre longevidade

  (Foto: David McLain)
“Fazer exercícios, controlar o estresse, “maneirar” no sal — estas regras você já sabe ou deveria saber, de tanto que os médicos repetem. Conheça agora alguns ensinamentos para viver mais, que não passam pelos consultórios.
Alimentação balanceada, exercícios regulares, álcool sob controle, cigarro à distância, muitas horas de sono. Se tudo isso já faz parte da sua rotina, parabéns - você cumpre alguns dos pré-requisitos para viver mais.
Acontece que há muitos outros bons hábitos e fatores externos que são fundamentais para se chegar a uma “melhor idade” digna do nome.
Boa parte dessas novas regras são desdobramentos de estudos que levam em conta a influência que a sua personalidade e o seu entorno podem ter na sua longevidade. O principal deles é um estudo da Universidade Stanford, na Califórnia, iniciado pelo médico Lewis Terman, em 1921. Naquele ano, ele selecionou um grupo de 1.500 crianças para acompanhá -las durante os anos seguintes. Terman faleceu em 1958, mas seus assistentes (e os assistentes deles) seguiram acompanhando todo o grupo durante décadas, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que suas mortes os separassem.
Em 2012, as conclusões foram apresentadas. Os conselhos clássicos de se manter ativo, bem alimentado e tranquilo continuam valendo, claro. Mas os pesquisadores chegaram a algumas informações surpreendentes: trabalhar muito é um caminho para viver muito, otimismo de mais pode ser prejudicial e a genética não é assim tão determinante para prever seu futuro.
Conheça essas e outras lições nas próximas páginas. Afinal, o negócio não é só chegar a 100 - é chegar bem!
1 - Nunca, nunca se aposente.
Pesquisas que comparam trabalhadores e aposentados da mesma idade mostram - quem parou está pior. Claro, vai depender da sua rotina. Mas como sabemos que a poltrona é tentadora, fique esperto. Não precisa trabalhar muito, nem todo dia – ache um hobby, um curso, um compromisso regular. E não, assistir TV não conta como hobby.
2. Passar fio dental faz bem para o coração.
O que uma coisa tem a ver com a outra? Acompanhe o raciocínio - se você não passar fio dental, vai acumular placa bacteriana, que vai causar gengivite, que vai provocar a liberação de substâncias conhecidas como químicos da inflamação, que são os vilões por trás de várias doenças cardíacas. Mas se isso não for argumento suficiente pra você… Poxa, gengiva inflamada, dentes em falta e mau hálito não ajudam ninguém na terceira idade.
3. Otimismo faz mal à saúde.
Enxergar apenas o lado bom das coisas tem seu lado ruim. Pois é, pessoas otimistas tendem a subestimar riscos: um traço de personalidade que pode levar de ultrapassagens ousadas, a longas ausências no médico. Além disso, otimismo além da conta deixa você frustrado demais com as dificuldades da vida. Ou seja, com um pé atrás, você vai mais longe.
4. Socializar é a fonte da juventude.
Quanto mais velhos, menos saímos de casa. Lute contra isso. A ciência garante que conviver com outros é o gatilho de benefícios físicos e mentais que prolongam a vida.
5. Deus ajuda quem vai à igreja.
Fato: quem comparece à missa, culto, centro espírita, sinagoga, terreiro etc, em geral, vive mais. Dilema: religiosos vivem mais porque rezam ou rezam porque vivem mais? Os dados não permitem concluir se a saúde dos anciãos é beneficiada pela experiência ou se, na verdade, quem tem disposição para ritos religiosos são justamente os mais saudáveis. Moral da história: na dúvida, tenha fé em alguma coisa – nem que seja em Richard Dawkins.
6. Beba. E não precisa ser tacinha de vinho.
Quando o assunto é álcool e longevidade, só se fala em vinho tinto. Preconceito. Vinho branco, cerveja, uísque e outros fermentados e destilados também podem fazer bem. Há um índice menor de doenças cardiovasculares relacionado ao consumo diário de até duas doses – e de apenas uma para mulheres, ponto para os homens! Mas a ALFA e o Ministério da Saúde advertem: beba com moderação. Passou de duas doses, já vira problema.
7. Palavras cruzadas salvam vidas.
Atividades que exercitam seu cérebro mantêm sua inteligência e prolongam sua lucidez. Opções não faltam - palavras cruzadas, xadrez, videogame, sudoku, qual-é-a-música. Detalhe: assim que estiver craque, troque de treino. Seus neurônios só mantêm o frescor enfrentando novos desafios.
8. Mulher - O negócio é imitar.
Elas vão mais ao médico, comem melhor, fumam menos, envolvem -se em menos acidentes e, assim, vivem mais. Então, deixe de frescura e seja mais feminino.
9. Não fique viúvo. Você não sabe se cuidar sozinho.
Não bastasse haver cinco viúvas para cada viúvo no Brasil, elas ainda vivem muito mais, depois de perder seus maridos, do que eles após perderem a esposa. A verdade é que, sozinhos, tendem ao caos – o que aos trinta anos tem seu charme, mas em uma idade avançada é fatal. Então, não fique solteiro. Sua saúde agradece.
10. Pare de se incomodar com bobagem.
Mágoa, rancor, ressentimento - se ao ler essa lista você já recorda de vários exemplos pessoais, calma. Não é por aí. Se cultivados, esses sentimentos descambam na produção de cortisol, um hormônio que ataca seu coração, metabolismo e sistema imunológico. Diversos estudos relacionam uma alta taxa de cortisol a uma morte precoce. Portanto, aprenda a perdoar, relevar, deixar pra lá. Como dizia o guru indiano Meher Baba - Don’t worry, be happy – pois é, também achava que vinha daquela música.
11. Não confie nos seus genes.
“Meu avô viveu 90 anos, não preciso me preocupar.” Precisa. Uma nova pesquisa concluiu que apenas 25% da duração da nossa vida podem ser atribuídos à herança genética; os outros 75% dependem de você. Se quiser chegar aos 90 como o seu avô, descubra como ele fez para chegar lá.
12. Não tenha amigos legais. Tenha amigos saudáveis.
OK, eles não são excludentes. Mas o ponto é, da mesma maneira que para ganhar dinheiro é melhor se cercar de ricos, para emagrecer convém conviver com magros! Para se ter saúde a receita é arranjar uma turma saudável. Você melhora sem querer querendo.
13. Tenha filhos – ou algo parecido, como cachorros.
Caso tenha se ofendido, por favor, volte ao item 10. Pronto. É o seguinte - possuir uma conexão com alguém mais jovem que você (filho, enteado, sobrinho, neto) é algo que te mantém interessado pelo mundo à sua volta – e mais a fim de continuar vivendo nele. E, sim, cachorro e gato também contam - além de manter você conectado, curtir um animal de estimação libera ocitocina, o hormônio benéfico liberado na convivência pais e filhos.
14. Seja bom no que você faz. Ao menos tente.
Quanto menos trabalho, melhor. Esse conselho, que parece vindo do personagem Macunaíma, de Mário de Andrade, foi durante muito tempo adotado pelos especialistas em longevidade. Acreditava-se que uma vida sem esforço seria uma vida longa. Mas os médicos observaram que parece haver uma relação entre longevidade e empenho profissional. Por incrível e justo que pareça, passar décadas se dedicando e evoluindo em algo que você valoriza, ou seja, “ralando” muito, pode lhe valer vários anos a mais. Ao menos, garantem os especialistas, em comparação com quem passar o mesmo bocado de tempo trabalhando no que não gosta – essa sim é uma receita garantida para viver menos e pior.
15. Ser um pouco hipocondríaco vale a pena.
Você vai continuar sendo considerado chato pela maioria dos amigos, mas pesquisas apontam que quem desconfia mais da própria saúde vive mais. No caso, é melhor prevenir e se remediar.
(Matéria publicada na edição de ALFA de fevereiro de 2013)
E quanto a mim…